Início / Cultura / Concha celebra 200 anos da Independência

Concha celebra 200 anos da Independência

Concha Acústica – Renato Alves

Com performance da Orquestra, evento terá repertório temático



Com o apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec), a Fundação Nacional de Artes (Funarte) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) realizam, na próxima terça-feira (21.9), às 20h, celebração dos 200 anos da Independência do Brasil na recém-inaugurada Concha Acústica. O evento terá presença da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS).

 

Regida pelo maestro Claudio Cohen, a Orquestra contará com a voz do tenor Saulo Laucas, carioca e bacharel em canto pela Escola de Música da UFRJ. O repertório mistura compositores brasileiros e estrangeiros que, de alguma forma, tiveram relação com a Independência do Brasil, com D. Pedro I, ou são contemporâneos ao imperador.

 

“Para a OSTNCS é uma imensa satisfação fazer esse concerto de abertura das celebrações do bicentenário da independência do Brasil. É um prazer receber o tenor Saulo Laucas para acompanhar a Orquestra, e espero que ele seja também apreciado pelo público”, relata o maestro Cohen.

 

O programa de composições tem criações dos brasileiros José Joaquim de Souza Negrão, da Bahia; José Maurício Nunes Garcia, do Rio de Janeiro; Antônio Carlos Gomes, de São Paulo; e João de Deus Castro Lobo, de Minas Gerais. Entre os internacionais estão Marcos Portugal, do país ibérico; Gioachino Rossini, da Itália; e César Franck, da Bélgica.

 

PARCERIAS


O concerto faz parte das ações do programa Bossa Criativa – Arte de Toda Gente, que tem como foco ações de artes integradas nas cidades brasileiras Rio de Janeiro e Paraty (RJ), Ouro Preto e Belo Horizonte (MG), São Miguel das Missões (RS), Olinda (PE), São Cristóvão (SE), São Luís (MA) e Brasília (DF), consideradas patrimônio mundial e cultural pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Vinculada ao Ministério do Turismo, a Funarte é uma das principais fontes de fomento às artes no Brasil. Atualmente, abrange as áreas de circo, dança, teatro, música, concertos, artes populares e visuais. Programar atividades em prol de datas importantes para a História é uma agenda da instituição, que visa preservar a memória artística nas cidades brasileiras.

 

“É simbólico fazer esta comemoração aqui em Brasília, porque será o início da programação dos 200 anos da Independência do Brasil por parte da Funarte, e não poderia ter um lugar mais adequado que a capital do país. Eu tenho certeza de que será lindo”, declara Bernardo Guerra , diretor do Centro de Música da Funarte.

 

O professor Marcelo Jardim, diretor artístico da Escola de Música da UFRJ e coordenador da parceria Arte de Toda Gente, entre a Funarte e a UFRJ, explica que o propósito é integrar o tripé da Universidade (pesquisa, ensino e extensão) com projetos de acessibilidade, manutenção e formação de artistas em diversas localidades.

 

“Esta celebração dos 200 anos da Independência do Brasil é uma ação muito importante porque trata do surgimento do que nós chamamos de Arte, Cultura, e do nosso perfil como povo. É também fundamental celebrar as parcerias entre a UFRJ e as demais instituições envolvidas”, diz.

 

COMO RETIRAR INGRESSOS


Os ingressos podem ser retirados gratuitamente pela plataforma: https://www.oquevemporai.com/.


O evento também será transmitido ao vivo pelo canal Arte de Toda Gente no YouTube: https://www.youtube.com/artedetodagente.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

Sobre paulobsbdetodos

Também confira

Projeto cultural retoma aulas presenciais nas escolas com Forró e Mamulengo

CirculaForrólengo irá ocupar espaços e escolas públicas de três cidades do DF. Primeira edição é …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *