Início / Educação / Dia Internacional do Voluntário: estudantes compartilham experiências em projeto do IESB em Ação

Dia Internacional do Voluntário: estudantes compartilham experiências em projeto do IESB em Ação

Em meio a pandemia, ações dessa natureza ganharam maior escala e urgência em todo o mundo

Projeto Acolher

Comemorado em 5 de dezembro, o Dia Internacional do Voluntário foi instituído em 1985 pela Organização das Nações Unidas (ONU) para valorizar as ações de pessoas dedicadas em iniciativas de promoção ao bem-estar social. Além da experiência e contato com diferentes realidades, o voluntariado contribui com a sociedade e ajuda a melhorar a vida daqueles que precisam de apoio e acolhimento. De pequenos a grandes gestos, voluntários ao redor do mundo ajudam a minimizar desigualdades sociais e compartilham sentimentos de respeito ao próximo. E com a pandemia, ações dessa natureza ganharam maior escala e urgência em todo o mundo.

Para chamar atenção para a data e incentivar a participação de mais pessoas em atividades em prol do outro, conversamos com alunas dos cursos de graduação do Centro Universitário IESB. Elas compartilham as dinâmicas e experiências enquanto voluntárias do Projeto Acolher, uma iniciativa do IESB em Ação, núcleo de responsabilidade social do IESB responsável por promover iniciativas para atender a comunidade.

O Projeto Acolher tem como objetivo suprir as demandas e necessidades imediatas do Instituto Inclusão de Desenvolvimento e Promoção Social, um projeto social localizado em Ceilândia para abrigar famílias e pessoas em situação de abandono, ameaça ou violação de direitos sociais, como mulheres vítimas de violência e homens em situação de rua. Coordenado pela assistente social Jessyca Ribeiro, também coordenadora do IESB em Ação, o Projeto Acolher desenvolve atividades para aumentar a autoestima, autoconfiança e qualificação profissional das pessoas abrigadas pelo Instituto.

Aluna do 2° semestre de Psicologia do IESB, Cindy Pollyane é uma das inscritas no voluntariado do IESB em Ação e foi selecionada, no segundo semestre de 2021, para participar do Acolher. Entre as atividades planejadas para as mulheres do Instituto, a estudante conta que o grupo já conseguiu promover uma roda de conversa e uma ação do Outubro Rosa com participação de alunos voluntários dos cursos de estética e fotografia do IESB. A campanha para o mês de conscientização contou com limpeza de pele, massagens, spa dos pés, maquiagem, sessão de fotografia e mini oficina de elaboração de currículos. “Ser solidário é demonstrar sentimentos de empatia e solidariedade. É se comprometer com a sociedade, por livre escolha, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da comunidade. É querer ser parte da solução e não do problema. É deixar uma marca positiva pelo caminho”, destaca.

Nathalia Moura, aluna do 3° semestre de Administração do IESB, também foi uma das selecionadas para participar das ações sociais do Projeto Acolher. Durante as atividades do Outubro Rosa, ela foi a palestrante do mini curso para elaborar currículos. Nathalia deu dicas de como se portar em entrevistas de emprego e, de mesa em mesa, ajudou cada mulher presente a montar o próprio portfólio. Ao final, cada uma foi para casa com 10 cópias prontas para serem entregues no mercado de trabalho. “Foi muito gratificante. Aprendi a nunca mais reclamar da vida e do emprego que eu tenho“, conta.

Sobre a experiência, Nathália explica que ser voluntário é uma forma de ajudar e se sentir bem em fazer isso sem esperar nada em troca. “É importante porque tenho certeza que essas atitudes acrescentam na vida de cada pessoa”, diz.

Para colocar em prática os conhecimentos do curso, Tereza Kroll, aluna de 7° semestre do curso de Psicologia, também se inscreveu no programa de voluntariado e, hoje, é uma das integrantes da equipe fundadora do Projeto Acolher. “Desde o início, partimos da ideia de ouvir as mulheres para entender as necessidades delas“, explica. A partir de reuniões e rodas de conversa, as atividades foram traçadas para contribuir com as principais necessidades das envolvidas. “Está sendo uma experiência muito gratificante e enriquecedora, tanto na parte como estudante, quanto como cidadã. Pequenas atitudes nossas podem fazer a diferença na vida das pessoas. Por isso, todo mundo deveria realmente se dedicar um pouquinho em qualquer ação de voluntariado”, finaliza.

Conheça o IESB em Ação

O Projeto Acolher faz parte do IESB em Ação, o programa de responsabilidade social do IESB que atingiu o nível da extensão universitária nos anos 2000 e surgiu para representar o compromisso do Centro Universitário com o desenvolvimento social sustentável. A iniciativa cria ponte entre a instituição e a comunidade a partir de atividades e ações de suporte ao público do DF, em especial aqueles em situação de vulnerabilidade social.

Em 2020, época mais severa da pandemia, professores, estudantes e voluntários se uniram com ainda mais força ao programa para continuar oferecendo auxílio a quem precisa. No ano, cerca de 1.600 estudantes se envolveram com os projetos e, como resultado, o IESB em Ação doou mais de 1.678 cestas básicas para alunos e ONGs, beneficiou mais de 25 entidades sociais e promoveu 29.165 atendimentos ao público.

Para acompanhar os projetos, clique aqui e siga o IESB em Ação no Instagram. [INSERIR: https://www.instagram.com/iesbemacaooficial/]

Sobre paulobsbdetodos

Também confira

Autistas têm direito à aposentadoria por deficiência?

Pessoas com transtorno do espectro autista têm direito a diversos benefícios, confirma o advogado Eliseu …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.