Início / Cultura / FESTIVAL DULCINA RETORNA À CENA TEATRAL DE BRASÍLIA E ABRE INSCRIÇÕES PARA ESPETÁCULOS DE TODO O PAÍS

FESTIVAL DULCINA RETORNA À CENA TEATRAL DE BRASÍLIA E ABRE INSCRIÇÕES PARA ESPETÁCULOS DE TODO O PAÍS

Depois de quatro anos, o festival realiza sua segunda edição com inscrições abertas para peças teatrais locais e nacionais

Festival Dulcina – Tais Castro

O Festival Dulcina promete movimentar Brasília com espetáculos teatrais locais e nacionais em 2022. Nessa segunda edição, a produção inovou e lança no dia 04 de julho, o edital para inscrições  de espetáculos de todo ao país, que poderão ser feitas até o dia 25/07 pelo site do evento          www.festivaldulcina.com.br     

Foram quatro longos anos para que o evento – que conta com o

patrocínio do Fundo de Apoio á Cultura, da Secretaria de Estado de

Cultura e Economia Criativa do DF – voltasse a acontecer. Na primeira edição, em 2018, foram apresentados nove espetáculos, sendo apenas dois de fora do DF. E para 2022, a expectativa é ainda maior, com 15 espetáculos no total, sendo seis do DF e regiões do entorno e nove de outros estados. Para o diretor geral do Festival, Cleber Lopes, esse é um momento de comemoração.    

“O Festival Dulcina, festeja através do teatro e apresenta às novas gerações o legado revolucionário de Dulcina de Moraes em prol das artes e dos artistas. Sua luta pelo reconhecimento profissional desse ofício e contribuição para o desenvolvimento da arte-

educação no país” afirma Cleber, que foi aluno e professor da Faculdade Dulcina, e ainda presidiu o Conselho Curador da Fundação Brasileira de Teatro de 2017 a 2019.

A curadoria do festival será feita pelo ator e diretor André Amaro e

pela atriz Eliana César. Ambos formados pela Fundação Brasileira de Teatro, onde foram alunos da grande dama do teatro. A proposta da dupla é valorizar o retorno ao corpo, ao presencial e à arte do encontro ao vivo.  “Pensamos em uma cena nua, em que o ator- seu corpo, voz e talento- sejam peças fundantes e fonte de magnetismo. O encontro, onde a proximidade entre artistas e público, traga de volta a experiência mágica, qualidade que só o teatro, ao vivo, faz acontecer”, afirma Amaro.

Para Eliana César é de extrema importância à realização dessa segunda edição do festival, que celebra a memória e relevância de Dulcina de Moraes para a história do teatro.       

“O Festival traz resiliência e relembra que nada substitui o êxtase de uma experiência teatral, corpo a corpo, única, real e pulsante”, comemora Eliana.

Os espetáculos escolhidos serão encenados, gratuitamente, no Festival Dulcina, em Brasília, no período de 03 a 13 de novembro.

Sobre paulobsbdetodos

Também confira

Terceira e última etapa do Educação e Cultura abre inscrições para oficina de dança afro

A formação acontece no Iesb Ceilândia e culminará na apresentação  Registro Educação e Cultura. Foto: …