Início / Educação / Fortalecendo a presença feminina no mercado de trabalho

Fortalecendo a presença feminina no mercado de trabalho

Andréia Roma*

A crise provocada pela pandemia da Covid-19 impactou milhões de trabalhadores. Dentro dos prejuízos acumulados, as mulheres foram consideradas as mais afetadas por esse cenário. No mês de setembro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrou que a taxa de desocupação entre os homens foi de 11,7% e, em contrapartida, a das mulheres foi de 16,2%.

Andreia Roma – Foto Divulgação

De maio a agosto deste ano, o mercado de trabalho feminino contabilizou 1,5 milhão de trabalhadoras na fila do desemprego. Nota-se que, dentro do mercado, ainda há grandes desigualdades de gênero, mas nós, mulheres, lutamos constantemente para mudar essa situação. E há resultados positivos que merecem ser destacados!

Hoje em dia, temos a presença feminina em áreas variadas. Desde a astronomia até a liderança de empresas mundialmente conhecidas. Felizmente, também se tornou comum a presença de grandes mulheres em bancos, em campeonatos de futebol e, sem dúvidas, em qualquer outro segmento existente. Estamos nadando contra a maré para consolidar a nossa presença em ambientes que, antes, eram voltados apenas para o universo masculino.

Contudo, não podemos fechar os nossos olhos para a ausência da equidade de gênero. Sem dúvidas, ainda há muitas batalhas para serem enfrentadas e, apesar de muitas mulheres se desmotivarem com isso, é importante lembrar que somos capazes de alcançar tudo o que desejarmos. Não há limites para os nossos sonhos e isso deve ser o nosso combustível diário para manter as nossas forças.

O mundo precisa, cada vez mais, que as mulheres assumam o protagonismo da própria vida! Não há mais espaço para machismos e preconceitos velados. Devemos pensar além e quebrar as barreiras que aparecem em nossos caminhos, pois nossa luz interior é intensa e se destaca apesar dos padrões impostos socialmente.

Precisamos acreditar mais umas nas outras. Nesse aspecto, é fundamental destacar que estamos no mesmo barco, buscando um reconhecimento que, até então, nunca foi voltado ao trabalho feminino.

Estamos entrando em uma nova era. É mais do que necessário construirmos o amanhã para que nunca mais sejamos desvalorizadas dentro da nossa área de atuação. Isso, sem dúvidas, mudará as próximas gerações. Portanto, cabe a nós começar a semear esses frutos que serão colhidos futuramente. Eu sei que podemos. Juntas somos mais fortes.

*CEO da Editora Leader.

Sobre paulobsbdetodos

Também confira

IMP Concursos oferece dicas de especialista e lives gratuitas para PF e PRF

Certames das duas corporações vão ocorrer ainda no primeiro semestre deste ano  O ano de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *