Início / Educação / Uso de Máscara como medida preventiva e pontos de Distribuição gratuitos no DF

Uso de Máscara como medida preventiva e pontos de Distribuição gratuitos no DF

Diante da exigência do uso das máscaras de proteção no DF, conforme exigência estabelecida pelo Decreto Nº 40,648 DE 23/04/2020, a população tem se esforçado para adquirir sua máscara uma vez que desde o início da pandemia provocada pelo coronavírus, uma corrida mundial em busca de máscaras de proteção fez com que elas sumissem das prateleiras. Assim, a confecção de máscaras caseiras tem se tornando um fenômeno mundial e qualquer cidadão pode fazer a sua em casa.

Máscara Cirúrgica – Fonte Ilustrativa

O Ministério da Saúde divulgou orientações sobre o uso de máscaras caseiras para ajudar na prevenção contra o novo coronavírus: a utilização dos modelos simples, de pano, que também funcionam como barreiras na propagação da doença. Ressalta que para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações, que são simples. É preciso que a máscara tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja dupla face. E mais uma informação importante: ela é individual e não pode ser dividida com ninguém.

Máscara de pano reutilizável – Foto ilustrativa

Assim, por ser de uso obrigatório no DF, as máscaras de proteção são distribuídas gratuitamente pelo GDF, principalmente entre as pessoas que não têm como adquirir o item. Em 15 dias, mais de 365 mil unidades foram doadas em diferentes regiões administrativas. Em portaria publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) de sexta-feira (23), a Secretaria de Governo definiu dias, horários e locais para essas pessoas poderem obter o equipamento.

A portaria nº 21, de 22 de maio de 2020, especifica onde será feito o fornecimento de máscaras laváveis e reutilizáveis à população. Conforme determina o texto, os itens serão entregues somente a quem não tenha condições de acesso, sendo o estoque limitado à quantidade máxima de duas unidades por pessoa.

De acordo com a Agência Brasília, a distribuição será feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, nas sedes das administrações regionais, nos batalhões do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) e nos pontos de atendimento da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) — como as unidades do Centro de Referência e Assistência Social (Cras) e do Centro de referência Especializado (Crea).

Além disso, permanece o fornecimento itinerante em locais estratégicos com maior circulação de pessoas em todas as cidades. A medida segue o planejamento e o cronograma definidos por diversos órgãos e instituições, nos eixos segurança, fiscalização e prestação de serviços públicos. Os itens também poderão ser entregues durante atividades de combate à disseminação do coronavírus, como na execução do programa Sanear-DF.

Distribuição de Máscara pelo GDF – Foto: Acácio Pinheiro – Agência Brasília
SAIBA COMO FAZER A SUA MÁSCARA (Dicas do Ministério da Saúde)
  • Em primeiro lugar, é preciso dizer que a máscara é individual. Não pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc. Então se a sua família é grande, saiba que cada um tem que ter a sua máscara, ou máscaras;
  • A máscara pode ser usada até ficar úmida. Depois desse tempo, é preciso trocar. Então, o ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano;
  • Mas atenção: a máscara serve de barreira física ao vírus. Por isso, é preciso que ela tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja, dupla face;
  • Também é importante ter elásticos ou tiras para amarrar acima das orelhas e abaixo da nuca. Desse jeito, o pano estará sempre protegendo a boca e o nariz e não restarão espaços no rosto;
  • Use a máscara sempre que precisar sair de casa. Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar;
  • Chegando em casa, lave as máscaras usadas com água sanitária. Deixe de molho por cerca de 30 minutos;
  • Para cumprir essa missão de proteção contra o coronavírus, serve qualquer pedaço de tecido, vale desmanchar aquela camisa velha, calça antiga, cueca, cortina, o que for.

Redação e edição: Graziele Santos

Sobre paulobsbdetodos

Também confira

Situação crítica: Abrasel DF prevê mais 40 mil demissões caso não haja reabertura de bares e restaurantes

Além das 10 mil demissões até então, associação apresenta dados preocupantes sobre panorama do setor …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *