Início / Gastronomia / Vem aí o Festival Porco Rústico Duroc   

Vem aí o Festival Porco Rústico Duroc   

O circuito gastronômico acontece no período de 29 de agosto a 18 de setembro em 29 restaurantes da capital   

Fazenda Miunça

O inédito Festival Porco Rústico Duroc vai apresentar ao Distrito Federal uma opção gastronômica derivada de produção sustentável da área rural local. O público terá a opção de experimentar os pratos presencialmente, por take away ou delivery nos restaurantes participantes, entre 29 de agosto a 18 de setembro. O menu possui duas faixas de preços: R$55,50 e R$75,50, ficando a cargo de cada casa escolher aquela que melhor se adequa à criação de seu prato.  

O circuito gastronômico é fruto da parceria estratégica e idealização de três empresários da capital. Alexandre Cenci, da Hartos – Agropecuária Cenci, foi o pioneiro responsável pela importação de animais Duroc dos Estados Unidos e deu início à criação e fornecimento dos suínos na Capital Federal. Já Raymond Graumans, da Casa do Holandês,foi o primeiro a investir no Duroc e hoje fornece os cortes para mercados e restaurantes. Atualmente, Joe Valle, da Malunga, distribui a carne em dez pontos diferentes da cidade.   

De origem americana, a raça de suínos Duroc é resultado de um criterioso processo de seleção genética, criação e alimentação oriunda da agricultura da região. Sua carne é de alta qualidade, com mais coloração e marmoreio. “Isso confere ao produto mais maciez, suculência e sabor. Ou seja confere uma experiência gastronômica diferenciada da carne de porco tradicional”, explica o produtor rural Alexandre Cenci.   

Um dos entusiastas e defensores da carne suína, o chef Francisco Ansiliero, do Dom Francisco Restaurante, foi escolhido como embaixador do Festival Duroc. Para ele “a carne do Duroc é extremamente macia,saborosa e altamente nutritiva. Uma excelente alternativa para se comer bem, em tempos de preços elevados da carne bovina”, comenta. O festival despertou interesse também do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília – IFB. A parceria foi firmada por meio da professora  de gastronomia Ana Paula Jacques, com intuito de envolver os alunos e introduzir os variados cortes do suíno durante as aulas práticas.   

Parceiros Duroc

Os restaurantes confirmados no festival são: Dom Francisco Restaurante (unidades 402 sul e Asbac),  Universal Restaurante, Blas Cozinha de Culturas, Mayer Sabores do Brasil, Café das Orquídeas, Carpe Diem, Leo Hamu,Vila Cinco Restaurante, Le Birosque, Xamam Restaurante e Charcutaria, Trattoria Da Rosario, IVV Swinebar, BSB GRILL das unidades da Asa Norte e Sul, Primeiro Cozinha de Bar, Teta Cheese Bar, Ticiana Werner Restaurante & Wine Bar, Norton restaurante, Dona lenha (Unidades da Asa Norte e Sul e do Terraço Shopping), Brasis Ateliê Gastronômico, Superquadra (as duas unidades), Assados do Fred e Conca Cozinha Original. A Chef Leninha Carmago também confirmou participação no festival. Seu prato será servido no espaço gastronômico do projeto Wine Sounds, na Associação dos Servidores do Senado Federal- ASSEFE.  

A realização do festival é da Associação Semper Fidelis e conta com o apoio da SETUR Secretaria de Estado de Turismo do Distrito Federal ( por meio do termo de fomento), Hartos – Agropecuária Cenci, Casa do Holandes, Malunga e ABRASEL - Associação Brasileira de Bares e Restaurantes. A partir do dia 29 de agosto o site www.festivalduroc.com.br estará disponível com todas mais informações e fotos do festival.    

Sobre a Duroc no DF   

Em 2020, o DF recebeu 200 fêmeas da raça e 50 machos reprodutores, por meio do intercâmbio entre a  Hartos – Agropecuária Cenci, empresa pioneira na agropecuária no Distrito Federal, com a empresa de genética DNA South America. Sinônimo de rusticidade, o porco duroc apresenta pelagem vermelha com uma pigmentação preta no casco e no focinho. Aos seis meses de vida, os animais pesam 130kg e adultos podem chegar a 250kg.   

De acordo com Cenci, a suinocultora é extremamente importante dentro do Agro Brasileiro,tendo em vista ser o país o quarto maior produtor e exportador mundial.”Nós geramos emprego e renda para o Brasil ao longo da cadeia produtiva. Além disso a suinocultora consome os cereais da agricultura e devolve o esterco para a adubação da lavoura fechando essa integração entre lavoura e pecuária e o ciclo sustentável”, explicou. 

Serviço 

Festival de Porco Rústico Duroc 

Período: 29 de agosto a 18 de setembro 

Preços: R$55,50 e R$75,50 

Mais informações no site www.festivalduroc.com.br (disponível a partir de 29 de agosto)

Sobre paulobsbdetodos

Também confira

Edição especial do Beba em Conjunto terá quatro dias de programação

Projeto trará ao Jardim Urbano, de 12 a 15 de novembro, atrações musicais e as …