Início / Gastronomia / Gastronomia no ritmo das linguagens culturais

Gastronomia no ritmo das linguagens culturais

O projeto Gastronomia no Ritmo das Linguagens Culturais enxerga a atividade gastronômica enquanto arte e cultura e não apenas como mercado e profissão. A proposta relaciona culinária a música, literatura, cinema e artes visuais, numa construção cultural e histórica da sociedade contemporânea.

Com receitas criadas exclusivamente pela baseadas em peças culturais, a Chef Natália Sávio desenvolve uma desconstrução da alta gastronomia com produtos acessíveis com simbolismo de afeto, agradecimento e, principalmente, como engajamento na valorização de receitas com insumos das cinco regiões do Brasil. Enquanto obra de arte, a obra O Ovo, de Tarsila do Amaral, parece uma tela simples tal qual pensamos que é fazer um ovo à primeira vista. Mas fazer ovos é uma das aulas mais complexas da gastronomia, pois, além das inúmeras maneiras de ser preparado (ovo cozido, frito, mexido, recheado, omelete, ovo poché, etc), ele precisa ser entendido também dentro da química de alimentos como um ingrediente de fundamental importância no resultado de uma preparação.

O ovo tem uma função importante na reação química na preparação de um bolo. Por exemplo: as claras em neve são responsáveis por fazer o bolo criar volume e maciez e as gemas, função espessante no preparo de um creme de confeiteiro clássico, além de conferir sabor e coloração. A tela O Ovo será uma das ilustrações temáticas dentro debates com convidados especiais para o projeto. Além do trabalho de Tarsila do Amaral, as receitas serão acompanhadas de profissionais os quais debaterão sobre a obra de Alceu Valença, Machado de Assis, Cora Coralina e outros.

 Para este projeto, com apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (FAC), do Governo do Distrito Federal, a Chef Natália Sávio convida para esta edição os artistas Cristina Moysés, Andrey do Amaral, Laís Fong, Ana Maria Freitas Coelho, Kekeu Aragão, Antônio Leitão para os quais destinamos uma receita típica de uma região do Brasil com artistas que citam essas iguarias em suas obras. Este é um projeto também acessível com intérprete de LIBRAS e audiodescrição nas apresentações.

·         Dia 23/4 (domingo)*: Natália Sávio e Andrey do Amaral (romance/Sudeste)
Em Memórias póstumas de Brás Cubas, há inúmeras referências gastronômicas. Faremos um arroz doce ou arroz de leite em desconstrução.

·         Dia 06/05 (sábado)*: Natália Sávio e Antônio Leitão (artes visuais/Norte)
A obra O Ovo ou Urutu, de Tarsila do Amaral, também estará dentro deste projeto. Pode parecer simples, mas fazer um ovo não é tarefa fácil.

·         Dia 13/05 (sábado)*: Natália Sávio e Ana Maria Freitas Coelho (poesia/Centro-Oeste). Com leveza, vamos criar um menu de doce (compotas) baseado no poema Todas as Vidas, de Cora Coralina.

·         Dia 20/05 (sábado)*: Natália Sávio e Kekeu Aragão (música/Nordeste)
Com ritmo e sabor, a música Tropicana, de Alceu Valença, é uma aula sobre uma infinidade de frutas brasileiras. Faremos uma salada tropical na cadência pernambucana.

·         Dia 03/06 (sábado)*: Natália Sávio e Cristina Moysés (cinema/Sul)
No audiovisual Estômago, ensinaremos um macarrão à carbonara tal qual o personagem do filme que descobriu seu talento com massas.

*Programação sujeita a alteração sem aviso prévio

Gastronomia no ritmo das linguagens culturais

·         Evento acessível e gratuito

·         Local: A Banka – Qd 10, BL A, Cruzeiro Velho-DF

·         Horário: 16h

·         Informações: [email protected]

Sobre paulobsbdetodos

Também confira

Feira Alecrim – Seleção 3 Talheres chega ao Venâncio Shopping

Iniciativa acontecerá toda terça-feira e valoriza produção local com alimentos feitos à mão Mais uma …