Início / Educação / Rumo à nota mil: professora do Colégio IESB dá dicas para a prova de Redação no Enem

Rumo à nota mil: professora do Colégio IESB dá dicas para a prova de Redação no Enem

Praticar muito e saber as regras de um texto dissertativo-argumentativo estão entre as orientações. Saiba mais

Um bom desempenho na prova de redação é essencial para quem deseja conquistar uma vaga no ensino superior por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que este ano será realizado nos dias 21 e 28 de novembro. A prova de redação será aplicada no primeiro dia.

Colégio IESB – divulgação

Professora de redação do Colégio IESB, Kathiélle Silva Santos explica que, para alcançar a tão desejada nota mil, o candidato deve treinar bastante a escrita e se preocupar com as competências cobradas pelo Enem: domínio da escrita formal da Língua Portuguesa; compreensão do tema proposto; qualidade dos argumentos utilizados no texto; organização dessas informações de forma coesa; e o respeito aos Direitos Humanos. Além disso, é fundamental o candidato conhecer bem a estrutura do texto dissertativo. “Isso facilita na organização das ideias, pois o estudante saberá o que cada etapa deve conter. Outro fator importante é a informação. O aluno que se prepara para o Enem deve estar atualizado sobre o que vem acontecendo no mundo e a leitura auxilia neste repertório sociocultural para ele ter argumentos e desenvolver bem o tema proposto”, orienta.

A professora explica que a redação dissertativa-argumentativa pede que o candidato discorra sobre determinado tema, aponte uma tese e a defenda com argumentos verdadeiros. “E o Enem, em específico, cobra uma proposta de intervenção. Sendo assim, é importante ficar atento para não esquecer nenhum desses pontos e realizar uma construção textual de forma coesa e coerente”.

De acordo com Kathiélle, criar um roteiro também ajuda na construção do texto. Para isso, alguns passos podem ajudar. “Identifique o tema da redação, a proposta. Em seguida, defina uma tese para ser defendida. Aponte pelo menos dois argumentos e comprove-os com argumentações, como citações, dados de pesquisas e exemplificações. Para finalizar, construa uma proposta de intervenção concreta e solucione a problemática respondendo questões como: quem realizará o projeto? Como? Onde? Quando? Quais serão as consequências?”, sugere a docente, que ainda indica alguns pontos que devem ser evitados pelo candidato. “Não faça questionamentos na conclusão e não generalize. Utilize sempre conectivos e organize o texto em pelo menos três parágrafos, sendo estes organizados em pelo menos três períodos. Leia e tente apresentar, pelo menos, um repertório sociocultural. Isso demonstra que o candidato tem embasamento sobre suas teorias”, completa a professora do Colégio IESB.

Sobre paulobsbdetodos

Também confira

Cia Néia e Nando apresenta O Natal das Três Porquinhas 

Espetáculo será realizado nos dias 09 e 10/12, às 16h, no Teatro Brasília Shopping; ingressos …