Início / Cultura / Teatro, palhaçaria e música: Stupide aterrissa nos palcos do DF 

Teatro, palhaçaria e música: Stupide aterrissa nos palcos do DF 

A temporada do espetáculo de circo-teatro, criado por profissionais da nova geração da cena circense brasiliense, entra em cena, com apresentações em Brasília, de 11/2 a 12/3, em complexos culturais distintos do DF

Espetáculo Stupide

Muito humor, palhaçaria, música e reflexões acerca da desconstrução do racismo estrutural tão presente na comédia tradicional. O espetáculo Stupide, que mistura elementos do teatro e do circo, chega aos palcos brasilienses, nos meses de fevereiro e março, em complexos culturais do DF.  

Com a direção de Galileu Fontes, os espetáculos acontecem nos dias 11 e 12 de fevereiro, no Complexo Cultural de Samambaia e, 25 e 26 de fevereiro, no SESC de Taguatinga – ambos com entrada franca. Nos dias 11 e 12 de março, a apresentação será no SESC Garagem da 913 Sul, com ingressos a preços populares: R$20 (inteira) e R$10 (meia). A produção do espetáculo dedicou atenção especial ao público portador de deficiências auditivas. Desta forma, todas as sessões contarão com a presença da intérprete em libras, Tatiana Elizabeth.

Com apresentações aos sábados e domingos, Stupide traz à tona a história de uma das primeiras duplas de palhaços já vista juntas em um circo, os chamados de Augusto e Branco. Os atores Gabriel Chaga e Thiago Linhares interpretam o dueto e resgatam o riso reflexivo do público, propondo uma ruptura com o formato de comédia tradicional, típica das comédias francesas do Século XIX.

Em cena, é possível ver releituras e números da dupla se apresentando, porém o diretor, Galileu Fontes, quis ser fiel ao representar o humor da época, em que as pessoas riam de bofetadas, tapas e violência. “O intuito é que as pessoas possam rir e depois refletir do que riram”, diz Galileu, ator graduado em Artes Cênicas, com seu projeto de pesquisa voltado à palhaçaria e à comicidade.

Em cena, os atores Gabriel Chaga, Thiago Linhares e Lucas Amado demonstram grande sintonia com os músicos – Lucas Gemelli e Vinicius Pires -, que também estão em cena, tocando a trilha sonora do espetáculo, ao-vivo. Stupide é uma criação conjunta, desses seis profissionais da nova geração da cena teatral e circense de Brasília. A trilha sonora foi composta especialmente para o espetáculo e os músicos participaram desde o início de todo o processo criativo.

Mais sobre Stupide

Stupide é um projeto financiado pelo FAC – Fundo de Apoio à Cultura – do Governo do Distrito Federal. George Footit, um célebre palhaço se vê em decadência e cada vez mais se vê difícil em atrair o riso. Ele vê uma oportunidade em Rafael Padilha, juntos formam uma dupla de palhaços que revoluciona a palhaçaria: Footit e Chocolat! Juntos, eles são Augusto e Branco, onde um palhaço é o mais sério e o outro o estúpido, “stupide”. O espetáculo traz a temática do preconceito racial no final do século 19 na França que anda junto com a história da palhaçaria e do circo. O espetáculo traz à tona o riso reflexivo do público.

Ficha técnica

O espetáculo Stupide tem em sua ficha técnica: Thiago Linhares (produção executiva), Galileu Fontes (diretor artístico), Elen Carol (coordenadora de produção), Pedro Caroca (coordenador administrativo), Josuel Junior (elaboração de projeto), Thiago Linhares, Lucas Amado e Gabriel Chagas (atores), Lucas Gemeli e Vinicius Pires (músicos), Tatiana Elizabeth (intérprete de Libras), Ana Quintas (iluminação cênica), Rebeca Omena (fotógrafa), Arthur Gonzaga (Filmaker), Lucas Amado (designer gráfico), Etcetera Comunicação (assessoria de Imprensa), Galileu Fontes (gestão de mídias sociais), Larissa Souza (operadora de luz), Gerimário Júnior (perucaria), Galileu Fontes e Thiago Linhares (dramaturgia) e Washington Alves (cenotécnico).

 Apoiam a iniciativa: SESC DF, Néia e Nando Cia. Teatral, V4 cultural, Palhágico Chochou Produções e Entre tons e letras By Elen Carol.

Serviço: Espetáculo Stupide

Datas:

Dias 11 e 12 de fevereiro, às 20h

Local: Complexo Cultural de Samambaia

Endereço: Quadra 301 Conjunto 05 Lote 01, CEP. 72305-970 Samambaia – DF. (Próximo à Agência dos Correios e à Agência do Trabalhador)

Entrada franca

Dias 25 e 26 de fevereiro, às 20h

Local: SESC Taguatinga

Endereço: CNB 12 – Área Especial 2/3 – Taguatinga Norte

Entrada franca

Dias 11 e 12 de março, às 20h

Local: SESC Garagem (913 Sul)

Endereço: Via W4 Sul Quadra 713/913

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Crédito das fotografias: Matheus Cândido

Sobre paulobsbdetodos

Também confira

Espetáculo resgata histórias de mulheres idosas das regiões mais antigas do DF

Peça “Carrego O Que Posso, Faço Quintal Onde Dá” tem apresentações gratuitas em praças públicas …